André Rodrigues

Sou apaixonado pela vida, família, amigos e Deus acima de tudo.

  • Paty very good. Aniversário de 11 anos da Ana Clara. Amor eterno! Parabéns Mãe! kit completo agora o bicho vai pegar 😆 Juju

A correcta utilização dos cartões de visita.

Posted by André Rodrigues em 27/06/2010


“Os cartões-de-visita fazem parte da imagem global de um profissional. Identificam o colaborador e associam-no a uma empresa; para os profissionais liberais, disponibilizam informação sobre a actividade que desenvolvem sendo, em ambos os casos, imprescindíveis.

Como tal e, porque além de nos identificar transmitem informação às pessoas com quem nos relacionamos, evite entregar cartões desactualizados, riscados, dobrados ou pior… acabados de sair da carteira que estava no bolso de trás das calças… a certa temperatura… Este acto é ainda visto como se estivesse sentado em cima “da pessoa”. Use, por tudo isto e, também, uma questão de elegância, uma carteira específica para este efeito.Uma das questões que se coloca normalmente é sobre o momento acertado para efectuar a troca. É aqui, que as regras de carácter protocolar têm início. Certamente, já observou este movimento em reuniões ou num “coffee-break”, durante um evento. Distribuir cartões aleatoriamente, sem olhar para a pessoa e sem um objectivo definido não têm qualquer impacto. Apenas custos. Mais, este gesto que pode ser inocente, pode também revelar desespero profissional.

Ditam as regras que a troca deve partir da pessoa de estatuto mais elevado. Anote que, actualmente, há quem receie entregar o seu cartão-de-visita para evitar receber publicidade não solicitada, via e-mail ou telemóvel.

Sistematizam-se ainda algumas sugestões: preferencialmente espere que lhe peçam o cartão, como uma forma de dar continuidade à relação profissional. Sempre que receber um cartão dispense alguns segundos a ler o seu conteúdo: é uma forma de associar o nome à pessoa e revela interesse da sua parte. E pode ser útil no âmbito da “network” porque pode questionar a pessoa sobre eventuais contactos comuns dentro da organização. Abstenha-se de tomar quaisquer notas no cartão-de-visita do seu interlocutor. É considerada uma falta de delicadeza podendo até essa pessoa pensar que toma alguma nota sobre ela. Além de que é praticamente o mesmo que escrever “na pessoa”.Actualmente os cartões-de-visita são usados para transmitir pequenas mensagens. Adopte uma linguagem breve em conformidade com o tamanho do cartão e não o assine porque o seu nome é a sua assinatura. Ah…e não dobre nenhum dos cantos. As dobras foram substituídas pelas mensagens que nele hoje escrevemos.”

Susana de Salazar Casanova

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: